Comissão Europeia: Funcionários devem usar o Signal

Segurança, segurança… segurança! É este o foco da Comissão Europeia que pretende que a comunicação digiral entre funcionários passe a ser realizada via Signal.

A recomendação foi anunciada via fórum interno da União Europeia, mas a informação já apareceu na internet.

Comissão Europeia: Funcionários devem usar o Signal em vez do WhatsApp

A Comissão Europeia recomendou aos seus funcionários para começarem a usar o Signal. Esta plataforma de comunicação pertence à Open Whisper Systems e está disponível para iPhone/iPad e também para Android. Esta app usa simplesmente o número do cartão SIM do smartphone e os contactos que temos registados. Não há logins separados, usernames, password, pins, etc.

A recomendação para a utilização desta plataforma surgiu num fórum interno da União Europeia e foi recentemente tornada publica no site Politico.

Comissão Europeia: Funcionários devem usar o Signal em vez do WhatsApp

Principais caraterísticas do Signal

    Mensagens cifradas end-to-end Bom desempenho Possibilidade da criação de grupos Partilha de ficheiros multimédia Possibilidade de apagar mensagens Possibilidade de “destruir conversas”

Segundo as informações a recomendação para esta plataforma de comunicações deveu-se ao facto de terem acontecido alguns incidentes ao nível da segurança informática. Em dezembro de 2018, a empresa de segurança cibernética Area 1 Security revelou  vários incidentes com diplomatas.

Apesar do WhatsApp ter como base o protocolo Signal, esta plataforma não é open-source. Outra ferramenta que esteve para ser considerada foi o Telegram.

Leia também…