Como o 5G mudará a maneira como você dirige

Como o 5G mudará a maneira como você dirige

Nota: O seguinte artigo irá ajudá-lo com: Como o 5G mudará a maneira como você dirige

A nova rede 5G não afetará apenas os smartphones, mas também causará uma revolução na maneira como nos movimentamos, possibilitando carros autônomos. Embora os primeiros testes já tenham sido realizados, é necessária uma rede 5G estável para que isso se torne realidade. Mas o 5G não envolverá apenas a chegada dos carros autônomos, mas também melhorará muito os chamados carros conectados.

Diferenças entre carros autônomos e carros conectados

Por carro autônomo, queremos dizer aquele que pode se locomover sem motorista. Isso, que parece ficção científica, se tornará realidade nos próximos anos, e o 5G tem um papel fundamental no seu desenvolvimento e disseminação. De referir ainda que existem 6 níveis de automatização SAE, sendo o nível 0 os carros clássicos sem automatização e o nível 5 os que são 100% autónomos. Se você quiser saber mais sobre esses níveis, recomendamos nosso artigo dedicado.

Por outro lado, o carro conectado é aquele que ainda precisa de alguém ao volante, mas que se comunica com seu ambiente e recebe alertas e dados constantes, facilitando a condução assistida. O carro conectado usa a tecnologia C-V2X (veículo celular para tudo), com a qual se comunica com o ambiente. Por exemplo, você pode avisar outros veículos com o V2V caso algo tenha quebrado e você esteja em uma trajetória errada, evitando assim um possível acidente. Da mesma forma, pode alertar os pedestres sobre possíveis riscos (V2P, veículo para pedestre) ou comunicar-se com sinais de trânsito (V2I, veículo para infraestrutura), para saber, por exemplo, quem tem prioridade.

Sem 5G, carros autônomos não seriam possíveis

Essa tecnologia precisa de comunicação constante para ser rápida e eficaz. Para isso, precisamos da rede 5G, que traz vantagens em três aspectos. A primeira delas é a velocidade. O salto da rede 4G para 5G pode significar um aumento da velocidade atual em 20 vezes, atingindo velocidades máximas de 10 GB por segundo.

A segunda é a latência reduzida, que é basicamente o tempo de resposta desde quando uma instrução é dada a um dispositivo até que ele reaja. Se quisermos estar constantemente conectados ao nosso ambiente, precisamos de comunicação instantânea, especialmente no caso de carros autônomos para evitar possíveis colisões e acidentes.

Por fim, a rede 5G permitirá que milhões de dispositivos sejam conectados de uma só vez, sem se preocupar que a rede fique saturada. Fala-se em até um milhão de dispositivos por quilômetro quadrado disponíveis, para que todos os tipos de coisas possam ser conectados à rede 5G.

Demonstração do carro Qualcomm 5g

Wi-Fi x 5G

Embora não cansemos de repetir a importância de desenvolver uma rede 5G para o futuro (e presente) de nossos carros, a União Europeia não tem tanta certeza e está privilegiando o Wi-Fi em vez do 5G em sua Legislação de Veículos Conectados, optando pela padrão 802.11p.

A GSMA, que representa os interesses das operadoras móveis e organiza o MWC em Barcelona, ​​protestou e está tentando convencer os Estados-Membros da UE a rejeitar essas propostas. De acordo com seu ponto de vista, a rede Wi-Fi 802.11p é uma tecnologia obsoleta para o carro conectado.

Curiosamente, esta nova legislação contraria o Plano de Ação 5G proposto pela própria União Europeia, segundo o qual todas as principais rotas de transporte terrestre da UE devem ter cobertura 5G ininterrupta até 2025.

SEAT Minimo Uma visão do futuro da mobilidade urbana 02 HQ

A favor do Wi-Fi ITS-5G (como essa tecnologia foi chamada), encontramos fabricantes como Volkswagen e Renault. Por outro lado, aqueles que defendem um padrão que favoreça o 5G incluem Ford, Daimler e o grupo PSA (Peugeot-Citroën-Opel), além de Vodafone, Huawei e Qualcomm.

Se nada mudar, essa lei vigorará por três anos, resultando em perda de tempo para a implementação do 5G na Europa, que já fica atrás dos Estados Unidos e da China nesse quesito.

Quais são as vantagens de um carro conectado?

Uma vez resolvido todo esse quadro legislativo, e a rede 5G funcionando normalmente e funcionando corretamente (pelo qual teremos que esperar um pouco), as vantagens serão inúmeras. Em primeiro lugar, a segurança rodoviária, tanto para os condutores como para os peões e ciclistas, será significativamente melhorada. O sistema de alerta e a comunicação constante reduzirão o número de acidentes.

Além disso, os engarrafamentos serão menos numerosos, pois o fluxo de tráfego poderá ser direcionado de forma mais eficiente. Em todos os momentos você saberá o estado das estradas e qual é a maneira mais rápida de chegar ao seu destino.

carros inteligentes 01

Se falarmos do carro autônomo, as vantagens vão ainda mais longe. Esqueça de pegar seu carro onde você o estacionou: ele virá buscá-lo. Da mesma forma, você não terá que ficar dando voltas quando chegar ao seu destino procurando uma vaga de estacionamento, pois poderá descer do veículo e ele se preocupará em procurar estacionamento. E, a vantagem mais importante, é aquela que nos dá a possibilidade de viajar de carro sem ter que estar atento ao volante e à estrada, com o que se abrem novas possibilidades de trabalho e entretenimento.

Você acha que a rede 5G vai mudar a maneira como passamos de A para B? Nos informe.