Enquete da semana: Como você protege seu celular?

Enquete da semana: Como você protege seu celular?

Nota: O seguinte artigo irá ajudá-lo com: Enquete da semana: Como você protege seu celular?

Como sempre, os resultados da nossa enquete levam em conta os votos dos quatro principais domínios NextPit: Brasil, Alemanha, França e nossa comunidade internacional (.COM).

Sim, nossa comunidade entende o valor de um telefone celular

O acessório mais popular entre as pessoas que usam celular ficou claro na pesquisa que abriu nossa enquete: as capas de proteção são as companheiras fiéis dos smartphones. No Brasil, 78% das pessoas usam um estojo de proteção tradicional, enquanto na França e na Alemanha são 79% e 76%, respectivamente.

COM teve o maior resultado, já que 85% de vocês disseram usar essa ferramenta para proteger seus dispositivos.

Seguindo na mesma linha de proteção, as películas de vidro aparecem em primeiro lugar quando o assunto é proteger a tela do smartphone. No entanto, eles não são tão populares quanto os casos de proteção. Isso pode ser visto nos domínios da NextPit na Alemanha (37%) e na França (36%), onde a maioria das pessoas que participaram da pesquisa dizem que não usam proteção de tela.

Enquete da semana proteção 02

Telas trincadas são um problema maior no Brasil

Ok, você cuida dos seus celulares, e isso ficou especialmente perceptível na segunda parte da enquete desta semana, porque para a maioria das pessoas aqui, usar o celular com a tela quebrada é uma raridade, com exceção da comunidade no Brasil.

Enquanto 79% das pessoas em nossa comunidade internacional afirmam que nunca precisam usar um celular com tela quebrada, no Brasil esse número cai para 39%. Intimamente relacionado, 37% da nossa comunidade brasileira teve que passar meses com uma tela quebrada.

Na Alemanha e na França, os números estão muito próximos da realidade da nossa comunidade internacional, com 69% e 60% respectivamente.

Enquete da semana proteção 03

Seguro de celular ainda precisa se provar

E é aí que o resultado da nossa enquete da semana chama a atenção, já que a maioria da nossa comunidade parece não ver nenhum benefício em comprar um seguro de celular agora. Os números foram muito próximos em cada PróximoPit domínio quando perguntamos se você tem algum tipo de seguro de celular: Brasil (92%), COM (84%), Alemanha (94%) e França (90%).

Como observado em alguns comentários, há uma certa descrença sobre o seguro de smartphone hoje, principalmente quando você precisa.

Eu não preciso de proteção “coisas”. E certamente não seguro, não cobre a maioria das coisas de qualquer maneira. Eu apenas presto atenção.

Rene H. (Comunidade Alemã)

Uma vez fui persuadido a fazer um seguro. Após um acidente, a parte de trás (do telefone) estourou. O aparelho não foi trocado por um novo conforme prometido, mas foi enviado e consertado. Então tudo não passa de uma farsa.

Reginald Barclay (comunidade alemã)

Enquete da semana proteção 04 2

Conclusão:

Em geral, nossa comunidade opta pela segurança ao invés do design do celular. Muitas pessoas dizem que a estética do aparelho é importante na hora de escolher um smartphone, porém, a frustração de ter que pagar por um conserto no futuro acaba exigindo algum tipo de acessório de proteção.

Dentre esses acessórios, os tradicionais estojos de proteção e a película de vidro acabam sendo as escolhas mais acertadas. Por outro lado, quem opta por não usar nenhum tipo de proteção, diz ser extremamente cuidadoso com o celular.

Obviamente, você deve proteger seu smartphone com uma capa tradicional ou uma capa estilo fólio! Ainda que economicamente, quando vemos o preço da substituição de uma tela ou, digamos, de vidro, os 10 a 15 reais investidos (em média) são muito, muito mais rentáveis.

Emmanuel MILCENT (comunidade francesa)

Agora, o que chama a atenção é o desinteresse pelo seguro móvel, principalmente porque hoje esse tipo de serviço está cada vez mais acessível, seja por meio de operadoras ou até mesmo Fintechs. A grande questão aqui, além dos preços praticados pelas seguradoras, parece estar na hora de acionar o serviço que, às vezes, acaba ficando aquém das expectativas de quem o comprou.


Texto original

Após alguma discussão sobre como cada editor usa e cuida de seu smartphone, decidimos perguntar ao Comunidade PróximaPit sobre suas preferências pessoais quando se trata de proteção de dispositivos. Bem-vindo à enquete desta semana.

2021 foi um ano interessante de várias maneiras, e isso inclui o mercado de smartphones. Havia pelo menos três smartphones robustos que já foram lançados, ou seja, o Galaxy XCover 5, o Motorola Defy (2021) e o Nokia XR20. No entanto, quanta mais importância PróximoPit leitores colocam quando se trata de proteção de smartphone?

Como os smartphones robustos ocupam um nicho de mercado com alguns fãs de nostalgia entre os editores do site, por que não nos perguntamos às massas: como você protege seu smartphone?

Jalouza.Handykette.UrbanXBody band.MODEL02

Para quem não entendeu a opção “caixa de proteção com cordão”, o acessório pode ser visto na imagem acima, onde conquistou um público fiel em países selecionados.

E a exibição? Uma pergunta direta e direta ao ponto:

Você já continuou a usar um smartphone mesmo depois que a tela quebrou?

Considerando que o custo de substituição de uma tela de smartphone pode ser proibitivamente alto, é comum que muitas pessoas continuem usando seu aparelho mesmo depois de danificar a tela. No entanto, isso é verdade entre PróximoPit leitores? É o que gostamos de descobrir na segunda pergunta:

Seguro de smartphone: obrigatório ou desnecessário?

Finalmente, uma última pergunta rápida. Comprou um plano de seguro para o seu smartphone? Imagino que a prática tenha diferentes graus de popularidade em vários países onde o NextPit é publicado, razão pela qual vou colocar esta pergunta final:

Table of Contents