Governo indiano esclarece que pedido viral de NIC que bloqueia aplicativos chineses é falso

Governo indiano esclarece que pedido viral de NIC que bloqueia aplicativos chineses é falso 1

O governo indiano esclareceu que uma mensagem viral alegando que a Ordem Nacional de Inform√°tica (NIC) do Minist√©rio de Eletr√īnica e Tecnologia da Informa√ß√£o (MeitY) proibiu que determinados aplicativos chineses fossem disponibilizados na Google Play Store e Apple A App Store √© falsa.

Em um tweet, o PIB (Press Information Bureau) Fact Check, que √© o verificador oficial de fatos do governo, apelidou a mensagem viral de falsa, dizendo que essas instru√ß√Ķes n√£o foram dadas ao Google ou Apple pela MeitY ou NIC.

A falsa mensagem que circulou na m√≠dia social alegou que o governo indiano dirigiu o executivo regional e representantes do Google e Apple para ‚Äúrestringir o funcionamento das aplica√ß√Ķes chinesas das respectivas lojas com efeito imediato‚ÄĚ.

Os aplicativos de origem chinesa proibidos incluem TikTok, VMate, Vigo Video, LiveMe, Bigo Live, Beauty Plus, CamScanner, Club Factory, Shein, Romwe e AppLock, bem como aplicativos de jogos como Mobile Legends, Clash of Kings e Gale of Sult√Ķes. Tamb√©m alegou que o governo pediu Apple e o Google para restringir o TikTok de suas respectivas lojas de aplicativos.

Segundo a mensagem, esses aplicativos supostamente colocam em risco a privacidade dos usuários e comprometem a “soberania do país.

O pedido falso vem em meio a sentimentos anti-China crescentes no país devido às disputas de fronteira e tumulto nas redes sociais sobre a proibição de aplicativos e produtos chineses.

No in√≠cio deste m√™s, o Google removeu o aplicativo Remove China Apps, que ultrapassou mais de 50 lakh downloads em um curto per√≠odo, do Google Play, citando viola√ß√Ķes de sua pol√≠tica de comportamento enganoso.