Hands-on com o G7 Plus: o Moto para foto

Hands-on com o G7 Plus: o Moto para foto

Nota: O seguinte artigo irá ajudá-lo com: Hands-on com o G7 Plus: o Moto para foto

Data e preço de lançamento do Motorola Moto G7 Plus

O evento de lançamento do novo Moto G7 aconteceu em São Paulo, no dia 7 de fevereiro. Os aparelhos chegaram ao mercado nas versões azul índigo e vermelho rubi. Eles estão disponíveis em lojas físicas e online, incluindo a loja oficial da Motorola. Há também uma versão preta, mas é exclusiva para regiões selecionadas. Os preços de todos os modelos G7 são os seguintes:

  • Moto G7 Play: € 150/$ 170/£ 130
  • Moto G7: € 250/$ 290/£ 220
  • Moto G7 Power: € 210/$ 240/£ 185
  • Moto G7 Plus: € 300/$ 340/£ 260

Motorola Moto G7 Plus design e qualidade de construção

Como esperado, o Moto G7 Plus é o maior e melhor que a linha Moto G7 tem a oferecer. O design também segue esse tema, apresentando um acabamento refinado que combina alumínio nas bordas e vidro na parte traseira. O sensor biométrico embutido pode ser encontrado na parte traseira, com o logotipo da empresa.

Existem outras características, é claro, mas são menos louváveis. Um deles é o entalhe que tem seu tamanho reduzido neste modelo, e adota um formato que ficou conhecido como entalhe de gota de orvalho. Apesar de ser um recurso que não traz benefícios práticos para a experiência do usuário, o entalhe gota de orvalho permite uma redução do tamanho do painel superior. A escolha do design já foi amplamente adotada entre os fabricantes chineses mais consagrados, como o OnePlus 6T, que provavelmente é considerado o mais bonito entre os aparelhos com notch.

A moldura redonda que segura o duplo sensor frontal continua presente neste aparelho, assim como em todos os outros lançados pela Motorola nos últimos anos – a diferença é que ele tem mais destaque aqui em relação aos demais Moto G7s.

Claro que, como eu disse, o bojo é maior porque o sensor duplo e o flash LED estão dentro, e o destaque desse aparelho é sua câmera. É um detalhe que se consagrou como a assinatura dos mais modernos equipamentos Moto, especialmente desde o Moto G5.

As bordas laterais das costas são curvas e promovem uma ótima ergonomia durante o manuseio. A parte de trás é principalmente reta, mais do que os modelos do ano passado. Apesar do tamanho da tela grande, o G7 Plus se sente bem na mão. O fone de ouvido e as portas USB-C também estão presentes.

motog7plusrt

Em suma, é um aparelho com construção sólida e qualidade de construção, e certamente surpreenderá quem ainda não teve contato com aparelhos recentes da Motorola. Testamos a cor azul índigo, mas também verificamos o modelo vermelho. Com o efeito aveludado do vidro, podemos chamá-lo de um dos mais belos celulares Moto G até hoje.

Exibição

A tela do Moto G7 Plus tem altos e baixos. O painel em si não tem nenhuma desvantagem real – cores vivas, brilho intenso e um nível de nitidez interessante para o tamanho de 6,24 polegadas. Minhas observações aqui ficam por conta da resolução e tecnologia da tela, que poderia ser melhor neste modelo.

Depois de tantos lançamentos de modelos Plus, a Motorola poderia ter optado por uma tela OLED ou uma resolução um pouco maior, como 2K (2048 x 1080 pixels). Seria uma atualização mais do que merecida para a variante mais cara da série já lançada, mas provavelmente não foi adotada para economizar bateria. Vale ressaltar que o Full HD+ (2270 x 1080 pixels) faz um bom trabalho aqui e não deixa muito a desejar.

motog7plusty

Programas

O sistema de fábrica do Moto G7 Plus é o Android Pie, que é bem vindo em smartphones que usam notch na tela, já que essa versão do SO foi pensada para organizar melhor as informações que são exibidas em torno do recorte. Tudo roda bem no aparelho, o que acontece porque o software é sempre pouco modificado e também pela condição inicial do próprio sistema, já que ainda não tivemos muito tempo com o aparelho para instalar mais jogos e apps, o que pode levar a desacelerações.

motog7plushjk

Espera-se que o G7 plus receba uma atualização para o Android Q, embora não haja data definida para isso. As funções do Moto estão presentes, em um aplicativo redesenhado, incluindo desbloqueio facial, controle de mídia por botões de volume, editor de captura de tela, captura de tela com a ponta dos dedos, navegação com um toque (melhor que nos Pixels), lanterna, câmera instantânea, modo manual, pegue para silenciar e ative o modo Não perturbe.

atuação

O hardware do G7 Plus não surpreende, principalmente quando levamos em consideração os modelos Moto G5S Plus e Moto G6 Plus para essa comparação. Temos um processador Snapdragon 636 de oito núcleos e 1,8 GHz com 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento interno. Não há muito o que falar, já que é um hardware padrão suficiente para lidar com todas as principais atividades diárias, como ler e-mails, jogar, ouvir música e fazer streaming de vídeo, editar fotos e acessar redes sociais.

Durante meu hands-on, testei o G7 Plus com alguns jogos, incluindo o popular jogo PUBG. Em baixa definição e com uma taxa de quadros média, consegui jogar um jogo de maneira satisfatória. A experiência não foi super fluida, mas não prejudicou a jogabilidade.

motog7plusqw

Câmera

Desde a chegada do Moto G5S Plus, a Motorola aposta no sensor duplo para o modelo mais caro da série Moto G, neste caso, o Plus. O Moto G7 Plus traz ganhos significativos na qualidade de ambas as lentes, além de um aplicativo de câmera com recursos mais consistentes e úteis. A lente principal tem 16 MP e abertura f/1.7, ideal para capturar em ambientes com pouca luz, enquanto a sublente tem 5 MP e tem f/2.2.

Durante o lançamento, a Motorola deixou claro que pretende diferenciar seus quatro modelos, agora que a linha é maior. Assim, o Moto G7 Plus é o indicado para quem procura um celular com câmera. A Motorola concentrou seus esforços nesse sentido neste dispositivo. Um dos destaques é a presença de estabilização óptica.

motog7plusgh

E o trabalho parece ter dado bons resultados porque, em nossos testes iniciais, produziu ótimas fotos para a faixa de preço do aparelho. Gostei muito dos retratos com a câmera frontal, que tem lente de 12 MP. Os detalhes foram interessantes e você pode conferir no link da galeria com fotos originais.

Fizemos um teste básico com a câmera do Moto G7 Plus, que você encontra aqui:

No caso da câmera traseira, estão todas as funções que a Motorola destaca em suas propagandas, como modo retrato, recorte, cor destacada, câmera lenta, entre outras. Os resultados que você vê na galeria são todas as fotos tiradas às 19h30 no horário de verão (no Brasil, onde atualmente é verão), e a captura de luz foi muito satisfatória. O modo retrato ainda tropeça em bordas complicadas, mas como câmera está em um bom caminho evolutivo.

Bateria

Enquanto o Moto G7 Power vem com uma bateria de 5.000 mAh, o G7 Plus fica com apenas 3.000 mAh. Para compensar os consumidores que pagam pela versão mais cara, a Motorola entrega o carregador TurboPower de 27W na caixa. Segundo a empresa, meia hora de carga é suficiente para 11 horas de uso.

motog7plusiuy

E é um recurso bem-vindo, pois com 3.000 mAh você certamente é obrigado a recarregar o aparelho todos os dias. Em testes rápidos com o carregador, que agora conta com conexão USB Type-C para permitir um carregamento mais rápido, o G7 Plus recuperou 30% da bateria, que já estava um terço cheia, em 12 minutos. Isso é excelente.