Jan Koum, o homem que superou todas as adversidades e se tornou o fundador do WhatsApp

Hoje, o mundo inteiro sabe o que √© o aplicativo WhatsApp e o usa para suas comunica√ß√Ķes di√°rias. No entanto, ele s√≥ est√° no mercado h√° 10 anos.

Desde o seu lançamento, o caminho percorrido foi longo e encontrou vários obstáculos. Para contar sua história, é necessário voltar ainda mais no tempo e conhecer a vida de seu principal criador, o americano-ucraniano Jan Koum.

Um começo difícil

Jan Koum, o homem que superou todas as adversidades e se tornou o fundador do WhatsApp 1As hist√≥rias conjuntas desse homem e a rede social que ele criaria teriam in√≠cio em 24 de fevereiro de 1976. Data em que Jan Koum ou –Į–Ĺ –ö—É–ľ, em ucraniano, fizeram sua primeira pausa na cidade de Kiev.

Na √©poca de seu nascimento, a Ucr√Ęnia ainda fazia parte da Uni√£o Sovi√©tica ent√£o existente. Durante seus primeiros 16 anos de vida, Koum ficou l√° com sua fam√≠lia.

Em 1992, o cenário de Koum mudou quando ele foi para os Estados Unidos com sua mãe e conseguiu morar na Califórnia, graças aos programas de assistência social. Dois anos se passaram, nos quais ele e sua mãe trabalharam duro para permanecer à tona.

Quando ele completou 18 anos, dois eventos importantes ocorreram, o primeiro, seu pai tentou seguir sua fam√≠lia para os Estados Unidos, mas no final ele ficou na Ucr√Ęnia – onde morreu 2 anos depois, em 1994. A segunda coisa foi que Koum p√īde ver pela primeira vez a facilidade e o interesse que ele poderia ter no mundo da tecnologia e da programa√ß√£o. Um fato que mais tarde desencadearia todos os eventos que transformaram Koum quase no pai das mensagens instant√Ęneas.

O talento à frente

Jan Koum, o homem que superou todas as adversidades e se tornou o fundador do WhatsApp 2Jan Koum na Universidade Estadual de San José (da esquerda para a direita, a quarta).

Sua dedicação e talento eram tais que, em 1996, ele já havia sido admitido na Universidade Estadual de San José para estudar programação. Paralelamente, ele conseguiu um emprego como testador de segurança na Ernst & Young.

Lá, ele conheceria o que seria o subsequente co-fundador do aplicativo que o tornaria um dos homens mais ricos do planeta, Brian Acton. No entanto, antes que isso fosse possível, ele teve que percorrer um longo caminho.

Jan Koum, o homem que superou todas as adversidades e se tornou o fundador do WhatsApp 3Antes de trabalhar na Ernst & Young, Koum fazia parte Рdurante a adolescência Рde um grupo de hackers que se tornaram conhecidos como w00w00 e onde ele conheceu aqueles que mais tarde seriam os criadores do Napster. Foi esse conhecimento que não apenas lhe permitiu trabalhar nessa empresa de segurança, mas também lhe deu as ferramentas para se destacar e pensar em fazer mais.

Então, em 1997, Koum e Acton começaram a trabalhar para o Yahoo !. Nesse ponto, Koum deixou seus estudos em San Jose para se concentrar em seu novo trabalho. Lá, o seguinte passou 9 Anos de suas vidas. Eles trabalharam em vários projetos e coletaram experiência.

Jan Koum, o homem que superou todas as adversidades e se tornou o fundador do WhatsApp 4Brian Acton e Jan Koum.

Durante esse per√≠odo, Acton acompanhou Koum em um dos momentos mais dif√≠ceis de sua vida, quando, em 2000, sua m√£e morreu ap√≥s uma longa batalha contra o c√Ęncer. Esse processo os aproximou e permitiu que, mais tarde, em 2007, ambos decidissem deixar o Yahoo! para come√ßar a procurar emprego Facebook e em Twitter. Nos dois casos, seus pedidos foram rejeitados.

Para 2008, ambos fazem uma viagem sabática e viajam por vários países da América Latina. Após essa pequena pausa, surgiria a invenção que mudaria o mundo das mensagens.

Primeiros passos do WhatsApp

Jan Koum, o homem que superou todas as adversidades e se tornou o fundador do WhatsApp 5

Em 2009, quando Koum e Acton retornam de sua viagem, Koum tem uma revelação depois de adquirir um iPhone e ter acesso à App Store pela primeira vez Рque, naquela época, só tinha 7 meses de operação

Pode-se dizer que Koum viu além do tempo, porque ele podia intuir o impacto futuro que os aplicativos podem ter na vida das pessoas. Ele conversou bastante com a Acton e desenvolveu a idéia de um aplicativo que não apenas permitia o envio de mensagens, mas também informava sobre o status de outros usuários.

Ou seja, para informar se eles estavam ocupados no momento, livres ou realizando alguma atividade específica. No mesmo ano de 2009, durante o aniversário de Koum, em 24 de fevereiro, o WhatsApp foi ao mundo pela primeira vez.

Jan Koum, o homem que superou todas as adversidades e se tornou o fundador do WhatsApp 6O aplicativo teve um breve período de gestação, no qual até o nome fluiu com facilidade. Koum escolheu isso quase imediatamente devido ao trocadilho existente na soma da frase O que há? (Como você está?) E App.

No in√≠cio, esse aplicativo de mensagens n√£o teve o sucesso esperado. Felizmente, em 2009, mudou quando a App Store adicionou o que agora chamamos de notifica√ß√Ķes push. Com eles, o WhatsApp foi capaz de notificar seus usu√°rios toda vez que uma mensagem era recebida. Somente esse foi o detalhe que faltava, de modo que a popularidade desse aplicativo come√ßou a decolar.

Whatsapp e Facebook se unem

Jan Koum, o homem que superou todas as adversidades e se tornou o fundador do WhatsApp 7Mark Zuckerberg e Jan Koum.

Eles passaram 5 anos em que o aplicativo de mensagens instant√Ęneas sabia apenas como crescer. Mais e mais usu√°rios no mundo baixaram e come√ßaram a fazer parte de suas vidas.

O aplicativo se tornou um fen√īmeno mundial, tudo, sob os olhos atentos dos grandes nomes da tecnologia. Em 2012, Mark Zuckerberg entraria em contato com Jan Koum pela primeira vez interessado na empresa.

Nos pr√≥ximos dois anos, esse par participaria de diversas reuni√Ķes e passearia pelo famoso Vale do Sil√≠cio. No entanto, n√£o seria at√© 2014 que uma proposta formal viria do CEO da Facebook sobre a possibilidade de adquirir o aplicativo.

Naquela √©poca, Koum concordou e fez a venda do aplicativo por 19 bilh√Ķes de d√≥lares. Uma soma que, num piscar de olhos, fez dele um dos americanos mais ricos do mundo.

Nos pr√≥ximos dois anos, tudo correu bem. O WhatsApp continuou a crescer exponencialmente e agora Koum n√£o era apenas o CEO da empresa, mas ainda tinha um assento no conselho de administra√ß√£o da Facebook, empresa da qual ele tamb√©m come√ßou a lucrar. Tudo parecia correr muito bem at√© o esc√Ęndalo da Cambridge Analytica.

A partida de Jan Koum

Jan Koum, o homem que superou todas as adversidades e se tornou o fundador do WhatsApp 8

Meses antes Facebook Se ele foi acusado de usar indevidamente as informa√ß√Ķes de seus usu√°rios, o co-criador do WhatsApp – Acton – havia deixado as fileiras da empresa. Isso, como Koum, entrou desde que o aplicativo foi adquirido pela gigante da tecnologia.

No entanto, ele se afastaria devido às diferenças declaradas com o pensamento de Facebook Em relação ao uso de dados do usuário e sua privacidade.

Em 2017, apenas alguns meses ap√≥s o que aconteceu com a Cambridge Analytica, Koum se juntaria a esse movimento e deixaria Facebook. Em um post que ele compartilhou na rede social, ele anunciou sua demiss√£o, sua gratid√£o pelo tempo que passou l√° e as raz√Ķes para deixar a empresa.

Faz quase uma década desde que Brian e eu iniciamos o WhatsApp, e tem sido uma jornada incrível com algumas das melhores…

Postado por Jan Koum em Segunda-feira, 30 de abril de 2018

Formalmente, esta publica√ß√£o n√£o se refere a diferen√ßas de opini√£o entre Zuck e Koum em rela√ß√£o √† privacidade do usu√°rio. Mas voc√™ pode especular sobre isso pelas a√ß√Ķes que esse homem tomou.

Durante o esc√Ęndalo de 2016, ele e Acton se uniram ao movimento #DeleteFacebook que surgiu em protesto contra o abuso de poder da empresa sobre os dados de seus usu√°rios. Dizem tamb√©m que Koum estava sendo fortemente pressionado por Facebook para permitir que o WhatsApp ingresse no ecossistema da plataforma da empresa (Facebook, Twitter, Messenger …).

Infelizmente, aceitar significava enfraquecer a criptografia interna do aplicativo de mensagens, para que fosse compat√≠vel com as outras plataformas. Em resumo, eu daria acesso a Facebook para as informa√ß√Ķes desses usu√°rios tamb√©m. Algo que a empresa, em 2014, prometeu nunca for√ß√°-lo a fazer.

At√© o momento de sua partida, Koum recusou isso. Mas uma vez que ele deixou seu cargo de CEO, a decis√£o n√£o estava mais em suas m√£os. √Č por isso que, a qualquer momento, pudemos ver como essa fus√£o ocorre, mas ela j√° foi feita sem dar muitas not√≠cias.

Jan Koum hoje

Jan Koum, o homem que superou todas as adversidades e se tornou o fundador do WhatsApp 9

No momento, Koum ainda faz parte da folha de pagamento de Facebook apesar de ter deixado sua posi√ß√£o administrativa. No entanto, ele n√£o tem um relacionamento direto com a empresa ou com as decis√Ķes que toma.

Quando este homem fez o acordo com Facebook fez doa√ß√Ķes para v√°rias organiza√ß√Ķes de apoio social. Isso, talvez como uma maneira de retribuir o primeiro apoio que recebeu quando chegou ao pa√≠s.

Atualmente, ele continua ajudando v√°rias organiza√ß√Ķes. Ele tamb√©m disse que aproveita a oportunidade para se dedicar ao seu gosto por carros Porsche e frisbee – algo que ele jogou muito durante seu ano sab√°tico de mochila na Am√©rica Latina.

Koum afirmou em v√°rias ocasi√Ķes que n√£o gosta de ser reconhecido como empres√°rio, porque, para ele, eles buscam a possibilidade de ganhar dinheiro. Enquanto ele realmente queria ser capaz de criar algo funcional e ajudar as pessoas.

Seu desejo parece ter se tornado realidade, já que o WhatsApp é o aplicativo de mensagens favorito do mundo. Este é agora um ícone da era moderna, e o nome de Koum prevalecerá ao lado dela, não como um simples empreendedor, mas como o homem que superou todas as adversidades para trazer essa nova idéia ao mundo.

Cronograma de viagens de Koum para criar WhatsApp

Jan Koum, o homem que superou todas as adversidades e se tornou o fundador do WhatsApp 10Cortesia de: Histographies.com