Quantidade de sensores fotográficos nos smartphones está a trazer problemas à Sony

Quantidade de sensores fotográficos nos smartphones está a trazer problemas à Sony

Longe vão os tempos em que os smartphones tinham dois sensores fotográficos: um na traseira e outro na câmara frontal. A indústria dos dispositivos móveis mudou muito no quesito das câmaras e isso parece estar a trazer problemas à Sony!

A empresa japonesa é uma das principais fornecedoras de sensores para as câmaras de smartphones de várias fabricantes… Com o excesso de procura e a incapacidade em cumprir todas as encomendas, o desfecho pode não ser o melhor!

Quantidade de sensores fotográficos nos smartphones está a trazer problemas à Sony

Hoje em dia, os nossos smartphones podem chegar ao ponto de ter quase meia dúzia de sensores fotográficos. Isto é fruto da evolução que a indústria mobile sofreu nos últimos anos. A qualidade fotográfica esteve sempre como máxima a seguir, sendo que a adição de mais lentes e câmaras foi um passo lógico.

Apesar disso, o hardware das câmaras dos nossos smartphones – sensores, lentes e muito mais – não são muitas vezes produzidos pela própria marca que o vende e desenvolve. Ou seja, veja-se o caso do iPhone da Apple, que recorre a sensores da Sony… E como a Apple, existem muitos casos!

Google Pixel 4 recebe atualização que melhora um dos seus maiores problemas

Nesse sentido, a Sony é uma das principais figuras neste “jogo de câmaras” e, aparentemente, tem tido dificuldades em estar à altura da procura que é sujeita.

Excesso de procura leva a que a produção de sensores fotográficos não pare durante o Natal…

Segundo o que foi adiantado pelo Bloomberg, a Sony está a lidar com problemas sérios na produção de sensores para câmaras de smartphones. A procura é tal que levou a empresa a ter de trabalhar 24/7, mesmo durante o período do Natal!

CEO da Xiaomi garante que a empresa irá lançar dez smartphone com 5G em 2020

Mesmo assim, a empresa estima que os esforços podem não ser suficientes. Há o risco de, já em 2020, o stock de sensores esgotar de forma total.

A julgar pela maneira como as coisas estão a decorrer, mesmo depois de todo este investimento em expandir a nossa capacidade, tal poderá não ser suficiente. Estamos a ser obrigados a pedir desculpas aos nossos clientes porque simplesmente não podemos fazer o suficiente.

| Terushi Shimizu, executivo da Sony

Para fazer face a esta possibilidade, a Sony está a construir uma nova fábrica para aumentar a produção. Não obstante, a nova fábrica só deverá estar operacional em 2021 e poderá não ser suficiente para cumprir todas as encomendas.

Sony anuncia a irreverente câmara fotográfica Sony RX100 VII

Artigos Relacionados

Back to top button