Chegaram os novos Xiaomi Redmi Note 9 Pro e Pro Max

Conforme havíamos avançado, o Redmi Note 9 Pro e o Redmi Note 9 Pro Max chegaram ao mercado esta semana. A Xiaomi introduziu dois novos smartphones de gama média relativamente baratos. Trazem bons recursos, o que deve garantir um excelente sucesso à série Redmi Note.

Os dispositivos serão lançados primeiro na Índia, no entanto, Portugal é igualmente um alvo para esta gama. Claro, o preço é o seu grande trunfo!

Imagem Xiaomi Redmi Note Pro Max

Xiaomi lança novos Redmi Note

A Redmi da Xiaomi, que agora atua como uma marca independente em pelo menos algumas regiões, traz hoje dois novos smartphones de gama média que são amplamente idênticos. Assim, pelo menos externamente e em muitos detalhes técnicos, o Redmi Note 9 Pro e Pro Max são “irmãos”. Mas passemos às apresentações!

Os dois novos smartphones possuem um ecrã LCD de 6,67 polegadas com uma resolução FullHD+, no formato 20:9. O painel tem 2340×1080 píxeis e possui um pequeno orifício na parte superior, atrás do qual o fabricante instalou a câmara frontal. A Xiaomi também parece estar a despedir-se do “Notch” nos seus smartphones de gama média.

Imagem Xiaomi Mi Note 9  Pro e Max

Hardware sólido de gama média, sem 5G e com Qualcomm Snapdragon 720G

A base técnica dos Redmi Note 9 Pro e Redmi Note 9 Pro Max é o Qualcomm Snapdragon 720G, um SoC Octacore a 2,3 GHz. As comunicações recorrem às tecnologia WLAN, Bluetooth e LTE, não contemplando o suporte 5G na série Redmi Note 9 Pro, por enquanto. Dependendo do modelo, a RAM tem 4, 6 ou 8 gigabytes de tamanho, enquanto o armazenamento interno oferece 64, 128 ou 256 gigabytes, que podem ser expandidos usando um cartão microSD.

Em termos de câmaras, é onde existem diferenças realmente grandes estão entre os dois novos smartphones. O Redmi Note 9 Pro Max recebe uma câmara frontal de 32 MP para selfies, enquanto no Note 9 Pro “apenas” está disponível um sensor de 16 MP no mesmo lugar.

Imagem Xiaomi Redmi Note 9

Na parte traseira, os dois modelos têm um total de quatro câmaras, dispostas numa matriz quadrada. A câmara principal do Xiaomi Redmi Note 9 Pro Max usa um sensor de 64 MP, enquanto o modelo “non-max” vem com uma câmara principal com 48 MP.

Ambos os modelos possuem uma câmara de 8 MP com ótica de grande angular e um campo de visão de 119 graus, que também é equipado com um sensor de 5 MP para fotos macro e um sensor de profundidade com resolução de 2 MP . Além disso, é claro, também há um flash LED e um modo Pro, que permite configurações manuais, entre outras habilidades. Além disso, pela primeira vez, um dos smartphones Xiaomi mais baratos também oferece a opção de tirar fotos no formato RAW. Bem jogado!

Imagem Xiaomi Redmi Note 9  Pro Imagem Xiaomi Redmi Note 9  Max

Baterias de 5020mAh com fontes de alimentação diferentes

A Xiaomi fornece aos dois modelos do Redmi Note 9 Pro uma bateria com 5020mAh de dimensão adequada, mas faz a diferença em termos de fonte de alimentação e, portanto, de velocidade de carregamento. O Redmi Note 9 Pro vem com uma fonte de alimentação de 18 watts, enquanto o Redmi Note 9 Pro Max vem com uma fonte de alimentação muito mais poderosa com 33 W.

O fabricante também usa o Gorilla Glass 5 em todas as grandes áreas dos novos smartphones, mas usa uma frame principal de plástico. Nos dois modelos, o leitor de impressão digital está localizado na extremidade direita do modelo e há uma porta jack de 3,5 mm para auscultadores analógicos. Irão encontrar também um sensor infravermelho para uso como controlo remoto.

Cores o Imagem Xiaomi Redmi Note 9

Os modelos do Redmi Note 9 Pro não são à prova d’água, mas de acordo com as declarações do fabricante, eles são pelo menos à prova de respingos. O Android 10 é executado em conjunto com o próprio MIUI 11 da Xiaomi como sistema operativo.

Este equipamento poderá chegar em breve a Portugal, mas a empresa está a apostar forte na Índia. Segundo a marca, a nova série Redmi Note 9 Pro será vendida pela primeira vez entre 14 e 17 de maio de 2020. O modelo Redmi Note Pro mais básico custará algo como 155 euros e Redmi Note 9 Pro Max custará cerca de 180 euros.